Home / Artigos / Lições de Sun Tzu que irá mudar sua vida

Lições de Sun Tzu que irá mudar sua vida

Lições de Sun Tzu que irá mudar sua vida

Lições de Sun Tzu que irá mudar sua vida. O que um grande gênio militar da antiga China pode nos ensinar grandes lições através da arte da guerra que podem mudar sua vida em dias atuais? Absolutamente tudo! Sun Tzu ensina a planejar e observar constantemente, agir com sabedoria, medir esforços e como forma de manter o grupo unido e motivado ele foca na liderança já que todas as suas táticas de batalhas fazem parte do processo estratégico os quais contribuem constantemente para o sucesso.

lições sun tzu

Ao conhecer a história deste grande general tiramos para nossa vida profissional e pessoal algumas lições que nos ajudam a superar nossos medos e consequentemente a conquistar nossos objetivos nos destacando na área de atuação.

Lição 1 – Se você conhece seu inimigo e a si mesmo, nãao tema o resultado de cem batalhas. Se se conhece, mas não ao inimigo, para cada vitória sofrerá uma derrota. Se não conhece nem o inimigo e nem a si, perderá todas as lutas: É importante e indispensável o autoconhecimento e conhecimento do seu oponente pois são fatores indispensável para qualquer planejamento estratégico. É preciso conhecer e analisar nossos pontos fracos e fortes e logo em seguida analisar as oportunidades e as ameaças. procure conhecer o que você não sabe, pois ao reconhecer o que não se sabe é a forma mais ágil de encontrar as soluções.

Lição 2 – Apenas gostar ou usar muito de palavras não basta, é preciso saber transformá-las em Atos e Ação: Antes de qualquer coisa o melhor é ouvir do que falar. Ao falar muito vários negociadores acabam perdendo a credibilidade muito rápido. Cumpra o que foi prometido pois só assim conquistar de maneira mais rápida e eficaz a credibilidade como líder ou negociador.

Lição 3 – Tempo vale mais do que superioridade numérica: Algo mais valioso que terá é o tempo, mas o tempo pode trabalhar a seu favor ou contra você, logo se você sabe o valor do tempo que tem em uma negociação irá antes de tudo se preparar para negociar com exito no menor tempo que puder. Quando não se tem muito tempo para negociar você deve maximizar os ganhos, caso contrário não conseguirá solucionar e nem pensar em outras possibilidades.

Lição 4 – A Arte da Guerra é uma questão de vida ou morte, um caminho para a segurança como para a ruína. Em nenhuma circunstância deve ser negligenciada: Os verdadeiros negociadores são comprometidos com os resultados de suas negociações e estão aptos a “morrer” pela causa. Não adianta tentar negociar se você não conhece os propósitos do negociado, pois devido a falta de conhecimento não irá em busca de soluções. Quando acontece ao contrário, quando o negociador conhece os propósitos do negociado, ambos negociadores “compram” tais propósitos e a partir de então é firmado e facilitado o entendimento dos interesses mútuos. Você não tem que apenas bater meta e sim focar nas reais necessidades dos seus clientes.

Lição 5 – Preparar iscas para atrair o inimigo, fingir desorganização e depois esmagá-lo… Quando perto, fazer ele acreditar que estamos longe. Quando longe, vice-versa… Se ele for superior, evite combate. Se ele for temperamental, procure irritá-lo. Finja estar fraco, ele se tornará arrogante. Se ele estiver tranquilo, não lhe dê sossego. Ataque onde e quando ele se mostrar despreparado. Apareça quando não estiver sendo esperado: Onde houver disputa é indispensável o uso de táticas competitivas. Mas lembre-se quando o objetivo é vencer a pior estratégia que você poderá usar é a medição de força. Foque nas fraquezas dos eu oponente e o faça desequilibrar suas forças e então se prepare par ao ataque. Quando estamos em desvantagem a melhor tática é atrair seu adversário par um senário em que temos vantagem.

Lição 6 – O mérito supremo consiste em quebrar a resistência do inimigo sem lutar… A glória suprema é quebrar a resistência do inimigo sem lutar: Você só saberá ter sucesso em suas negociações em qualquer área da sua vida a partir do momento que souber ouvir, pois quando ouvimos, entendemos. Ouvir não significa que você aceita e concorda com todos os argumentos, significa apenas que você deu a pessoa o direito de se expressar, que existe o respeito pelo posicionamento, sentimento ou pensamento. Você sabendo ouvir é capaz de “desarmar” muito facilmente seus oponentes.

Lição 7 –  Quando os emissários do inimigo são lisonjeiros, desejam uma trégua; quando, sem prévio acordo, pedem trégua, estão arquitetando alguma coisa. Quando o inimigo vê vantagens e não avança, está cansado. Quando há desordem nas tropas, o general perdeu prestígio. Quando, em pequenos grupos, os combatentes cochicham, o general não merece mais confiança: Para evitar confronto nas áreas as quais possui desvantagem é gerar desordem e conflitos internos no próprio adversário. Um processo de atração de talentos com boas políticas de remuneração e crescimento de carreira fará uma evasão de recursos humanos alheios o que enfraquecerá a força do seu adversário.

Lição 8 – O guerreiro inteligente não apenas vence, mas vence com facilidade: É preciso perceber o custo da oportunidade para não se envolver em questões que não agregam valor ao fechamento, aqui vale a equação fazer mais com menos e melhor, se esta equação estiver sempre na mente com certeza será um profissional de alta performance.

Lição 9 – O guerreiro vence os combates não cometendo erros, pois conquista um inimigo já derrotado: Você precisa se preparar estrategicamente e não apenas desenhar a estratégia, é preciso fazer treinamento simulado para que todas as táticas sejam executadas com perfeição para que não fique vulnerável as armadilhas de um negociador bastante estratégico.

Lição 10 – Será vencedor quem souber quando e como lutar, não lutar, manobrar, preparar, e quem tiver capacidade militar, não sofrendo a interferência do soberano: Não basta seguir um script é preciso poder de decisão, é necessário saber o momento certo para recuar, avançar e saber o momento certo de parar.

 Lição 11 – Quem ocupa o primeiro campo de operação, esperando o inimigo, é aquele que se garante em posição de força; o que chega depois, lançando-se ao combate, já está enfraquecido: Campo de operação é levar o consumidor ao ponto de ter em mente a sua marca como única opção.

Lição 12 – O guerreiro hábil põe-se numa posição que torna a derrota impossível e não perde a oportunidade de aniquilar o inimigo: A independência da outra parte na negociação torna impossível a derrota, pois desta maneira torna-se possível dirigir o processo de negociação da melhor maneira que nos convier.

Nos dias atuais não importa o tamanho do seu poder de negociação, seja na vida profissional ou pessoal pois pensar de forma estratégica é que te dará conquista, pois quanto maior for o poder, com toda e absoluta certeza,  maiores e melhores estratégias se requer. Não espere uma promoção, não espera seu inimigo externo atacar você, saia na frente conhecendo seu oponente e assim a vitória em todas as áreas de negociações será garantido.

About Ramon Luiz

Ramon Luiz, profissional com vasta experiência em vendas e gestão empresarial, desde 1999 trabalhando com marketing no varejo e gestão de empresas, especialista em gestão de times comerciais, vários prêmios conquistados em rede franquias e canais de distribuição. Mais de 25.000 novos clientes conquistados nos últimos 8 anos. Estudioso dedicado de economia, comportamento do consumidor, novos métodos de captação de clientes e novas tecnologias destinadas a vendas.

Check Also

Curso de Robótica Educacional

Visando alcançar um novo público a Microlins lança em Manaus o Curso de Robótica Educacional 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *